Carregando...
Brasil e Mundo

Palestra na Central Sicoob Uni alerta sobre importância da prevenção ao câncer de próstata

Urologista aproveitou a Campanha Novembro Azul para falar sobre cuidados com a saúde dos homens


21/11/2022 17:50
Compartilhe

Com foco na prevenção da saúde do homem, a Central Sicoob Uni, em Goiânia (GO), reuniu todos os colaboradores para uma palestra sobre a Campanha Novembro Azul, mês de conscientização sobre as doenças masculinas, especialmente o câncer de próstata. O evento aconteceu na última sexta-feira (18) com o urologista Elio Arão Júnior, que orientou os homens sobre a importância da prevenção e os riscos da falta de cuidado com a saúde. 

“Hoje o homem morre 7 anos mais cedo que a mulher. Isso nos mostra que pode estar faltando um cuidado maior com a saúde masculina”, destacou o médico. Sobre o câncer de próstata, Elio disse que a doença é silenciosa, mas pode ser descoberta no começo, e ressaltou que um check-up feito anualmente aumenta a chance de detecção do problema no estágio inicial.  

“Algumas doenças só apresentam sintomas quando estão avançadas, e o câncer de próstata não dá sinais na fase inicial”. O médico também elencou fatores de risco, como histórico familiar, obesidade e a falta de hábitos saudáveis, como a prática de exercícios físicos. “Pessoas jovens também adoecem, mas acima de tudo é preciso plantar hoje para colher lá na frente”, frisou o urologista.  

 

Exame de 4 segundos  

Elio Arão Júnior aproveitou o momento com os homens para diminuir o preconceito existente quanto ao exame de toque retal. Segundo o médico, não são todos que precisam fazer o procedimento, só quando existe alguma anormalidade no PSA ou histórico de casos de câncer de próstata na família. “Em regra, esse exame é feito a partir dos 50 anos, ele dura apenas 4 segundos e 20% dos casos são diagnosticados exclusivamente pelo toque retal”, contou. 

Sobre o tratamento, o médico detalhou vários métodos, um deles apenas com a “vigilância” da doença, mas também citou casos em que o procedimento cirúrgico é necessário. Em outras situações, o paciente precisa fazer a radioterapia. “A cura acontece em 95% dos pacientes, por isso, a importância do diagnóstico precoce. No entanto, apenas um terço dos brasileiros se cuidam como deveriam e 70% dos homens brasileiros só vão ao médico por influência da família”. 

Durante a palestra, o médico também tirou dúvidas dos colaboradores e fez um alerta ao citar que o câncer de próstata é o segundo mais frequente entre os homens. “É um diagnóstico a cada 7 minutos, e uma morte a cada 40 minutos. Para se ter uma dimensão dessa doença, só em 2019, foram 85 mil casos no Brasil”, finalizou o urologista. 



Fonte: Sicoob Uni

Outras notícias + Lista completa
Sou.Coop